Estamos de volta com o Conexão Groover do mês de julho! Nesta quarta entrevista, falamos com o duo Aldous, que conhecemos através da plataforma francesa Groover; para mandar seu som para a Nightbird, clica no widget abaixo:

A banda foi formada ainda em 2021, mais precisamente no dia 12 de março, e seu nome faz referência ao famoso autor Aldous Huxley, que escreveu o livro Admirável Mundo Novo. A faixa enviada para nós foi o primeiro single do grupo, “Fear Time is Over”, e eles explicaram o conceito da faixa:
“Queríamos fazer uma canção eletrônica que descrevesse o lado sombrio do nosso mundo (com uma perspectiva política) e uma maneira positiva de escapar dele (a partir disso vem o título, traduzido livremente como “O tempo do medo acabou”).

 

Dentre as influências do duo, eles destacam nomes como Portishead, Massive Attack, Lamb, Atoem e Boards of Canada. Perguntados sobre os desafios enfrentados neste período de pandemia, eles foram bem sucintos:

“Surgir com um novo projeto em um ano problemático como este é um desafio por si só.”

O Aldous também declarou que (infelizmente) não conhece muito sobre música brasileira. Porém, para não ficarmos sem respostas para as perguntas clássicas da Nightbird, eles nos recomendaram diversas obras, dentre livros, filmes e músicas:

– O livro não poderia deixar de ser Admirável Mundo Novo, de Aldous Huxley;
– O filme francês “Grave”, da diretora Julia Ducournau;
– E as seguintes faixas: Atoem – “Precious Land”;  The Blaze – “Territory”; Foxtrott – “Meditations I-II-III).

O Aldous acabou de assinar com a gravadora francesa M-O Music e seu EP de estreia será lançado no dia 29 de outubro. O objetivo deles para 2022 é fazer o máximo de shows possíveis e preparar um segundo EP já para o ano que vem.