No mundo da música, dizem que não é uma boa ideia se rotular, por estabelecer limites ao que uma banda ou artista pode produzir. Porém, em alguns casos, se “autorrotular” faz total sentido, e esse é o caso da banda potiguar Aresia, batizada pela gíria nordestina que significa “jogar conversa fora”, deixando claro o bom humor do grupo que faz um “surf rock rural”

Capa por Álvaro Cruz e Karla Burgoa.

Intitulado “Aresia Ao Vivaço”, em homenagem aos tradicionais títulos de discos de forró, o EP de estreia da banda foi gravado ao vivo no Estúdio D&S, em Natal-RN, cidade onde os integrantes residem, sendo o cartão de visita para o clima dançante dos shows do grupo formado por Davy Fonseca (voz e guitarra), Anny Rocha (baixo), Álvaro Cruz (guitarra) e João Emanuel (bateria).

Aresia, 2018. Foto: Karla Burgoa

Transitando entre o indie rock, surf e música brasileira, a Aresia surgiu em 2015 e, desde então, tem um público fiel na capital potiguar, graças à repercussão de seus shows e de gravações caseiras disponíveis na Internet. Soma-se aos dois aspectos as letras de Davy, que funcionam como caricaturas do cotidiano e dos sentimentos do vocalista.

“Aresia Ao Vivaço” sai pela Nightbird Records e está disponível nas principais plataformas de streaming.
Spotify / Deezer / Google Play / Bandcamp

ARESIA
Facebook: https://www.facebook.com/aresiabanda/
Twitter: https://twitter.com/aresiasrr
Instagram: https://www.instagram.com/bandaaresia/
Bio: http://www.nightbirdrecords.com.br/aresia/